terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Notícia: Homem é condenado por interceptar e-mails de supervisor

David Szymuszkiewicz estava com medo de ser demitido e criou uma regra no Microsoft Outlook para ter acesso a cópias das mensagens recebidas por sua chefe. Acabou condenado a 18 meses de liberdade vigiada pelo crime de escuta telefônica. As informações são do site Ars Technica.

Szymuszkiewicz, de Wisconsin (EUA), acabara de ter tido sua carteira de motorista suspensa por digirir alcoolizado e isso o ameaçava em seu trabalho, que exigia que ele viajasse.

Então, ele decidiu monitorar as mensagens recebidas por sua supervisora, Nella Infusino. Ela descobriu a regra criada em seu Outlook por acidente, em um curso sobre o Outlook. As mensagens foram copiadas por três anos, segundo Frank Easterbrook, juiz e professor da Universidade de Chicago.

Ninguém havia visto Szymuszkiewicz fazer a regra no Outlook de Infusino, mas ele tinha os meios, motivos e acesso ao computador da supervisora, defendeu o juiz.

Easterbrook chegou a alegar que ele não havia interceptado as mensagens, apenas recebido cópias. Ele alegou que o computador de sua supervisora era quem fazia as cópias e as enviava, mas a regra implementada funcionava no servidor e não na máquina de Infusino.

Fonte: Folha.comhttp://www1.folha.uol.com.br/tec/845561-homem-e-condenado-por-interceptar-e-mails-de-supervisor.shtml (clique)

0 comentários:

Postar um comentário